Caipirinha Vestida de Poiret

Caipirinha Vestida de Poiret

Leo Peralta - Carioca da gema, bartender, barista, professor e colunista do site Devotos da Cachaça. Compedor desde 2012 na cena, passando desde os bares bohemios da Lapa até o serviço de alto luxo do Hotel Copacabana Palace. Cofundador do movimento Amigos da Cachaça no RJ Tem na valorização de produtos locais e na coqueteia de boteco uma paixão.

 

No poema Atelier, de 1925, Oswald de Andrade, eternizou o momento em que Tarsila do Amaral compareceu durante a semana de 22 ao salão da Société des Arstes Français no Grand Palais des ChampsElysées, vesda por Paul Poiret, um dos principais eslistas franceses modernistas, famoso por abolir anáguas e esparlhos, e adotar o drapeado, garanndo que as peças vessem bom caimento, sem forçar o corpo feminino a se encaixar nos moldes e padrões da época.

 

Receita

Ingredientes

  • 45ml Cachaça Pindorama
  • 15ml licor Abadia
  • 5ml absinthe Vert
  • 25ml limão galego
  • 7,5ml xarope rico
  • 15ml clara de ovo pasteurizada

Guarnição: raspas de chocolate 70% cacau

 

Modo de preparo

Pegue a base de nosso mais expoente cocktail, em sua eterna dobradinha com cachaça branca e limão, tempere com disntos e tradicionais produtos franceses, elixir de ervas verdes e o absinto. Bata em uma coqueteleira buscando a consistência macia como de um drapeado. Sirva fora das formas convencionais, não em vidro ou cristal, mas em copo de purungo e finalize com nosso chocolate, como harmonização por contraposição.

 

Back to blog